Permuta são alternativas para o setor imobiliário

Passamos por um momento político e econômico complexo em praticamente todos os setores do País, e podemos afirmar que o setor imobiliário possui uma representatividade alta na percepção da população em relação aos gastos e investimentos.

O Jornal Nacional de 02.Ago apresentou uma situação que vem se tornando rotina neste período de crise, a negociação por meio de  Permuta.

O Wikipédia nos diz:

É o contrato pelo qual as partes se obrigam a dar uma coisa por outra que não seja dinheiro. É contrato bilateral, oneroso, comutativo, translativo de propriedade no sentido de servir como títulos adquirindo, gerando, para cada contratante, a obrigação de transferir para o outro o domínio da coisa objeto de sua prestação. São suscetíveis de troca todas as coisas que puderem ser vendidas, não sendo necessário que os bens sejam da mesma espécie ou tenham igual valor.

Este formato de negociação vem tomando força já há um tempo. Construtoras estão abrindo negociações através de permutas para baixarem seus estoques e proprietários estão aceitando como parte de pagamento outros bens para agilizar a venda de seus imóveis.

Vivemos em um cenário de juros alto e crédito baixo. E aqueles que possuem um “poupança”, aguardam um cenário mais favorável para investimento.

Veja vídeo: https://globoplay.globo.com/v/6918207/

Aqui fica a pergunta: O que você faz para contornar este cenário e encontrar um possível interessado com real condições de aquisição de um imóvel?

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *